V Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica

Entre 9 e 11 de novembro de 2016, foi realizado em Brasília o V Colóquio Internacional de Psicossociologia e Sociologia Clínica. A quinta edição do Colóquio teve como título « As figuras da crise: Dilemas da contemporaneidade » e promoveu um espaço de discussão relativo aos recentes acontecimentos nacionais e internacionais ponderando seus impactos nos sujeitos, grupos e sociedade, sob a perspectiva da sociologia clínica. Contou com a participação de estudantes, docentes, pesquisadores e demais profissionais vindos de diversas regiões do Brasil e do exterior.

O evento contou com a participação de José Newton Garcia de Araújo (PUC-MG), Christiane Girard Ferreira Nunes (UnB), Maria Aparecida Penso (UCB), Teresa Cristina Carreteiro (UFF), Ana Maria Araújo (Universidad de la República, Uruguai), Marcela de Grande, da Argentina, Vincent de Gaulejac, (Université Paris-Diderot, França) e Jacques Rhéaume (Université du Québec à Montréal, Canadá).

O Colóquio foi precedido por três minicursos: « Histórias de vida », ministrado por Teresa Carreteiro, « Psicodrama », ministrado por Paulo Bareicha, « Aposentadoria e histórias de vida », ministrado por Jacques Rhéaume e Vera Roesler. No dia 9 de novembro, Vincent de Gaulejac abriu o Colóquio com a conferência « As figuras da crise: Dilemas da contemporaneidade ». Na manhã do dia seguinte, teve lugar a primeira mesa redonda, com o tema « Democracia e crise: Perspectivas internacionais », que contou com a participação de Marcela de Grande, José Newton de Araújo, Christiane Girard Nunes e Vincent de Gaulejac. No período da tarde, foram apresentados dezenas de trabalhos nas sessões coordenadas. O dia 11 de novembro foi aberto com a mesa redonda « Dilemas, incertezas e alternativas do sujeito frente à crise », na qual debateram Jacques Rhéaume, Ana Maria Araújo e Maria Aparecida Penso. O período da tarde teve a apresentação de pôsteres e o sociodrama animado pelo prof. Paulo Bareicha (UnB). O Colóquio foi encerrado com a conferência « O inusitado na sociologia clínica –  vídeo e histórias de vida » apresentada por Teresa Carreteiro.

Laisser un commentaire

Votre adresse de messagerie ne sera pas publiée.